Testemunhos

Testemunhos de mobilidade


Incoming / Outgoing


Os mais recentes

NAME: Marta Crescimbello - ERASMUS
COURSE DEGREE: Línguas, Literaturas e Culturas
PROFISSION: Student

INSTITUTION:
COUNTRY: Italy
ACADEMIC YEAR: 2016/2017

Publicado em: http://www.corriereuniv.it/cms/2017/09/estudar-onde-e-bom-viver/ 

 

NAME: Marta Crescimbello - ERASMUS
COURSE DEGREE: Línguas, Literaturas e Culturas
PROFISSION: Student

INSTITUTION: Università degli Studi dell'Aquila
COUNTRY: Italy
ACADEMIC YEAR: 2017/2018

Publicado em: http://www.corriereuniv.it/cms/2017/09/estudar-onde-e-bom-viver/ 

Assonnata e curiosa di scoprire il luogo in cui studierò per il prossimo anno, salgo sul pullman che mi porta verso il campus; già, qui non hanno un campus, ma addirittura due! Inizio a perlustrare i vari edifici e scopro prima la caffetteria, la mensa, faccio capolino nel mio dipartimento (Scienze Umane), finché non arrivo in quel posto in cui, non appena varcata la soglia, sento un coro angelico ed una luce sovrannaturale circondarmi e tutta una felicità pervadermi: sono nella biblioteca! Centinaia se non migliaia di libri, DVD, una mostra temporanea e poi che dire della disposizione?! Al centro della sala si stagliano due scale a chiocciola che conducono al secondo piano e da lì si può avere una visione completa della Mecca di tutti i lettori. Ma non è solo la biblioteca a colpirti; qui, dal primo all’ultimo, sono tutti sorridenti, disponibili, pronti ad aiutarti. Insomma, io sono abituata al classico personale da segreteria universitaria, un po’ scocciato, un po’ grigio, un po’ <<sei uno studente quindi inferiore>>. Qui quando vado nella segreteria della Facoltà di Scienze Umane tutte le collaboratrici salutano con gioia, sono calorose ed il clima che creano è a dir poco fantastico. C’è un’attenzione allo studente che fino ad ora non avevo ancora avuto modo di poter assaggiare! Ora è tutto chiaro, finalmente ho scoperto perché all’entrata del campus c’è un mega striscione che riporta la seguente scritta <<estudar onde é bom viver>> perché è veramente così: si studia dove si vive bene e credo che riuscire a trasmettere questo a delle giovani persone nel momento della loro formazione sia un proposito più che ammirevole!Assonnata e curiosa di scoprire il luogo in cui studierò per il prossimo anno, salgo sul pullman che mi porta verso il campus; già, qui non hanno un campus, ma addirittura due! Inizio a perlustrare i vari edifici e scopro prima la caffetteria, la mensa, faccio capolino nel mio dipartimento (Scienze Umane), finché non arrivo in quel posto in cui, non appena varcata la soglia, sento un coro angelico ed una luce sovrannaturale circondarmi e tutta una felicità pervadermi: sono nella biblioteca! Centinaia se non migliaia di libri, DVD, una mostra temporanea e poi che dire della disposizione?! Al centro della sala si stagliano due scale a chiocciola che conducono al secondo piano e da lì si può avere una visione completa della Mecca di tutti i lettori. Ma non è solo la biblioteca a colpirti; qui, dal primo all’ultimo, sono tutti sorridenti, disponibili, pronti ad aiutarti. Insomma, io sono abituata al classico personale da segreteria universitaria, un po’ scocciato, un po’ grigio, un po’ <<sei uno studente quindi inferiore>>. Qui quando vado nella segreteria della Facoltà di Scienze Umane tutte le collaboratrici salutano con gioia, sono calorose ed il clima che creano è a dir poco fantastico. C’è un’attenzione allo studente che fino ad ora non avevo ancora avuto modo di poter assaggiare! Ora è tutto chiaro, finalmente ho scoperto perché all’entrata del campus c’è un mega striscione che riporta la seguente scritta <<estudar onde é bom viver>> perché è veramente così: si studia dove si vive bene e credo che riuscire a trasmettere questo a delle giovani persone nel momento della loro formazione sia un proposito più che ammirevole!

 

Outgoing

«Quando me perguntam qual foi o momento decisivo da minha carreira ou quando é que comecei a pensar em seguir uma carreira na música, respondo que foi durante a minha experiência no programa Erasmus. Recomendo o Erasmus a 100%.»
Antes da sua experiência Erasmus, Diogo tocava numa banda enquanto estudava na Universidade do Algarve. Só depois de ter passado um semestre na Universidade de Palacký, em Olomouc, na República Checa, é que decidiu deixar tudo para trás e encontrou a coragem necessária para começar uma carreira a solo.
Quando regressou a Portugal, em 2012, Diogo sagrou-se vencedor da competição televisiva de talentos musicais «Ídolos». A experiência teve um impacto direto na sua carreira e, atualmente, é um músico experiente, tendo lançado o seu álbum de estreia em 2015.
Valoriza a possibilidade de conhecer novas culturas e locais: «Há 70 anos, não nos podíamos movimentar livremente. O facto de podermos viajar para outro país e, muitas vezes, utilizarmos a mesma moeda, faz-nos sentir que estamos verdadeiramente unidos.»
O programa Erasmus+ proporcionou-lhe experiência de vida na primeira pessoa e num país diferente que, de outra forma, só teria conhecido através da televisão. Além disso, proporcionou-lhe a oportunidade de dar valor às coisas que tem no seu próprio país. O Diogo considera que a geração Erasmus+, através da mistura de culturas, pode ajudar na luta contra a discriminação, preconceito e exclusão social.»

fonte: https://ec.europa.eu/programmes/erasmus-plus/anniversary/spotlight-bringing-europe-together_pt

NOME: Diogo Piçarra - Erasmus
IDADE: 26
PROFISSÃO: Cantor e compositor, vencedor do programa de TV Ídolos em 2012

INSTITUIÇÃO: Universidade de Palacký
PAÍS: República Checa
ANO: 2011/2012

Diogo Piçarra – 26 – Portugal


 

A Sandra Rodrigues classificou a sua experiência Erasmus como "Gratificante".

NOME: Sandra Rodrigues - Erasmus
IDADE: 40
PROFISSÃO: Profissão atual Tecnica de Património Cultural
LOCAL: Silves

INSTITUIÇÃO: Universita' degli Studi di Napoli Federico II
PAÍS: Itália
ANO: 2004

A minha experiência Erasmus serviu, principalmente, para eu crescer. Foi a primeira vez que morei sem os meus pais; a primeira vez que viajei de avião; a primeira vez que saí sozinha; a primeira vez que percebi o que é viver.

Conheci pessoas que, ainda hoje, posso dizer que são minhas amigas. Com quem, passados anos, continuo a falar como se os tivesse visto ontem. Pessoas que conhecem um lado meu, que mais ninguém conhece. A experiência académica também foi muito enriquecedora: aprendi coisas que os meus colegas de Portugal desconheciam. Entrei em contacto com uma Psicologia diferente da que é praticada em Portugal.

É sempre difícil partilhar aquilo que vivemos lá fora. Posso apenas realçar o facto de me ter superado. Enfrentei os meus medos sozinha e, confesso, que sabe melhor do que quando temos ajuda. Sentimo-nos (mais) capazes. Prontos para o próximo desafio. Prontos para a vida.




 

NOME: Ana Marta Vieira Vaz
IDADE: 23
PROFISSÃO: Estudante
LOCAL: Universidade do Algarve
CURSO: Psicologia Clínica e da Saúde

INSTITUIÇÃO: Lessius Hogeschool Antwerp
PAÍS: Bélgica
ANO: 2012/2013

Outros exemplos de outgoing na UAlg

 

 

incoming

No dia 22 de junho de 2015 realizou-se, na Sala de Seminários da
Reitoria, a sessão de encerramento do Programa de Licenciaturas internacionais (PLI). Provenientes da cidade de Santarém, interior do Estado do Pará, Brasil, sete estudantes do curso de Letras (Português-Inglês) da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA) terminaram, este ano letivo, o programa na Universidade do Algarve Testemunhos dos alunos Samuel Cardoso, Lucenir Ferreira e Márcia Lima.
Testemunho de Márcia Andrade Lima, aluna da Universidade do Oeste do Pará, em intercâmbio na Universidade do Algarve, no curso de Línguas, Literaturas e Culturas.
Testemunho de Cristina Santos Turati, aluna de doutoramento em Linguística da Universidade Federal de São Carlos - São Paulo, em intercâmbio na Universidade do Algarve, no curso de doutoramento em Ciências da Linguagem.
Testemunho de Wiliam Pianco dos Santos, aluno da Universidade Federal de São Carlos - São Paulo, em intercâmbio na Universidade do Algarve, no curso de doutoramento em Comunicação e Artes.

NAME: Martina Gerdzhilova - ERASMUS
AGE: 24
COURSE DEGREE: Línguas, Literaturas e Culturas
PROFISSION: Portuguese teacher
LOCAL: Camões Institute, Sofia, Bulgary

INSTITUTION: Sofia University St. Kliment Ohridski
COUNTRY: Bulgary
ACADEMIC YEAR: 2014/2015

«Adorei a minha estadia em Portugal e mais especialmente em Faro. Conheci muitas pessoas de várias nacionalidades, fiz amizades para o resto da vida, aumentei a minha cultura geral e desenvolvi os meus conhecimentos linguísticos. A minha experiência na Universidade do Algarve contribuiu positivamente para a minha carreira profissional. Se tiver oportunidade futura, voltarei para Portugal para viver e trabalhar.»

Outros exemplos de outgoing na UAlgOutros exemplos de outgoing na UAlgOutros exemplos de outgoing na UAlgOutros exemplos de incoming na UAlg

News about Mobility programmes at UAlg